Do verbo criançar

Se eu pudesse, transformava criança em verbo. E saía criançando tudin por aí. Imagina só? Ou melhor, o que mais você conseguiria fazer seria imaginar…

Uma vez criançado, um monte de “era uma vez”. Seu pensamento feito panela de pipoca, a estourar um zilhão de ideias. Todas possíveis. Sabia que pra uma ideia criançada, não existe o impossível?

Por que criança não é verbo se criança é movimento?

Pra cada problema, criançaria uma solução. Pra cada descuido, crianço um afago. Pra cada desinteresse, criancei uma investigação.

Se eu pudesse, me transformava em uma Criançadora. Tipo profissão mesmo, saca? Graduação em Criançaria.

Criançar tem a ver com explorar, experimentar, inventar. Brincar a vida.

Encontro de Dança com Crianças

Na foto, da esquerda para a direita: Mari, Frida, Ange, Arthur, Sofia, Gabi e Helena. Nosso 6º encontro de dança.

2 thoughts on “Do verbo criançar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *